Faça parte da Brigada Digital

já assinaram

Nossa casa está em chamas e não há tempo a perder

Nossa casa está em chamas e não há tempo a perder

Isso não é um teste, é uma convocação para agir pelas florestas e por nossa própria existência.


Nos próximos meses nós, brasileiros, enfrentaremos um enorme desafio: frear um dos maiores pacotes de retrocessos ambientais já visto neste país, enquanto a maioria dos biomas nacionais estiverem enfrentando queimadas que podem entrar para a história.

Com secas recordes e desmatamento em alta, o fogo deve se espalhar com intensidade pela Amazônia, Pantanal e pelo Cerrado, trazendo impactos para a saúde de quem vive nessas regiões, para a biodiversidade e em nossa capacidade de combater as mudanças climáticas. Está tudo conectado. Isso também impacta você!

Além disso, as florestas estão sob ameaça, com o avanço da grilagem, e nós brasileiros e brasileiras, não podemos continuar assistindo nosso patrimônio ir para as mãos de criminosos.
#BrigadaDigital

É HORA DE FINCAR OS PÉS NA TERRA E DIZER

"CHEGA, ISSO ACABA AGORA!”

Por isso, criamos a Brigada Digital, que reunirá pessoas como você, que não concordam com o crime ambiental, que não aceitam que o fogo avance pela floresta e que acreditam que nossos governantes devem levar a sério a emergência climática e a preservação da biodiversidade.

Participando deste abaixo-assinado, você passará a receber todos os dados sobre desmatamento e queimadas, as últimas atualizações do Congresso, histórias direto do campo, além de chamados para agir em momentos importantíssimos do debate ambiental! Precisamos de você, a floresta precisa de você!

SOMOS NÓS, CONTRA O FOGO E A DESTRUIÇÃO.

VEJA O QUE ESTÁ EM JOGO

Querem passar o trator
ruralista por cima da gente

É hora de agir e impedir a aprovação de vários Projetos de Lei (PLs) que colocam em risco as florestas, os direitos dos povos indígenas, quilombolas e tradicionais e a nossa saúde. Veja o que está em discussão no Congresso Nacional (Câmara dos Deputados e Senado).

PLs que legalizam o roubo de terras públicas
Grilagem significa apropriação indevida de terras, na maioria das vezes públicas, pertencentes a todos os brasileiros e feita por grupos criminosos. É exatamente isso que pretende o PL 2.633/2020, já aprovado na Câmara dos Deputados. O PL da Grilagem agora está no Senado, onde existe uma proposta parecida, mas ainda pior: o PL 510/2021. Esses dois Projetos de Lei foram unidos e, se aprovados, significam ainda mais desmatamentos e disputas de terras ainda mais violentas.
PLs do “liberou geral”
Querem transformar o licenciamento ambiental em exceção e não em regra!!! O PL que flexibiliza este importante instrumento de proteção ambiental é o 3.729/2004 e já foi aprovado na Câmara dos Deputados. Agora está no Senado como PL 2159/2021 e sob relatoria da senadora Katia Abreu (PP-TO). Sua aprovação representa uma grave ameaça ao meio ambiente, reduzindo a participação das populações impactadas e trazendo insegurança jurídica para os próprios empreendedores.
PLs da exploração de terras indígenas
E se de uma hora para outra tudo fosse tirado de você? Isso está em via de acontecer com os povos indígenas, que têm em seus territórios a garantia de sua reprodução física, social e cultural. São dois Projetos de Lei. O 191/2020 prevê a liberação de atividades como mineração, garimpo, extração de petróleo e gás, construção de hidrelétricas e agropecuária dentro de terras indígenas, atendendo aos interesses de grandes empresários e fazendeiros. Já o 490/2007, se aprovado, irá inviabilizar demarcações de terras indígenas e ameaçar os territórios homologados (aqueles já oficialmente reconhecidos), além de permitir atividades econômicas nos territórios. Ambos os PLs estão na Câmara dos Deputados e representam uma gravíssima ameaça à vida dos povos indígenas.
PL Pacote do Veneno
Em 2018, a sociedade se mobilizou contra a liberação dos agrotóxicos. Agora, o PL 2.699/2002 volta a nos assombrar, pretendendo liberar o uso massivo dessas substâncias.O resultado será mais veneno na nossa comida e mais contaminação do solo, da água e de polinizadores, como as abelhas. O antídoto desse PL já existe: a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNARA – PL 6.670/2016). Bora se mobilizar para impedir essa catástrofe.
Nem todo mundo pode estar na linha de frente do combate aos incêndios florestais. Mas você pode fazer muito por nossas florestas e nossos biomas, ajudando a combater suas causas e consequências de onde você estiver.
Veja 5 coisas que você pode fazer:
  1. Compartilhe em suas redes informações e denúncias sobre o desmatamento, as queimadas e crimes ambientais;
  2. Participe de ações junto com a Brigada Digital contra projetos de lei e decisões políticas que agravam o risco ambiental;
  3. Contribua com o que puder com organizações que atuam na linha de frente desse combate;
  4. Repense e mude hábitos pessoais, como reduzir o consumo de carne ou evitar produtos de empresas que financiam o crime ambiental;
  5. Exija, junto com a Brigada Digital, um posicionamento mais forte de empresas e governos quanto à proteção das florestas e da biodiversidade e ao combate à crise do clima.
  © Greenpeace Brasil - Todos os direitos reservados.   Política de Privacidade